Pendente



Kabul, Outubro de 2012. A favela avança na direcção da encosta. A malha resiste a todo o custo, passando do plano horizontal para uma verticalidade crescente onde as ruas se tornam impossíveis. No alto as casas atravancam-se umas sobre as outras, para abeirar-se do limite. Fotografia de Roberto Schmidt, no The Atlantic. Via People and Place.

Sem comentários:

Publicar um comentário