Mais do que quatro paredes







Talvez por ter formação interdisciplinar, tendo como ponto de partida a arte, para se debruçar depois sobre o mundo do design e da arquitectura, os projectos de Rosan Bosch sejam tão estimulantes. Os trabalhos do estúdio que dirige, sediado em Copenhaga, não se perdem na formalização de cascos notáveis, de grandes obras-de-arte de betão armado ou em soluções conceptuais em que o objecto-arquitectura se torna consumidor desproporcionado dos meios disponíveis para o todo da obra.
Pelo contrário, nela encontramos a paixão pela vivência plena dos espaços, pelo detalhe e pelo design como veículo para a interacção entre as pessoas e os edifícios.

A escola Vittra Telefonplan, localizada em Estocolmo, é bom exemplo dessas características propondo soluções inovadoras para um espaço educativo sem paredes. A ideia convencional de sala de aula é abandonada optando por criar ambientes com grande interactividade e sentido de convivência onde as crianças podem aprender, estudar e brincar em conjunto.
O que ali se revela é uma forma diferente de encarar a escola, um lugar constituído por espaços de aprendizagem multifuncionais, interiores coloridos, nichos para actividades de maior concentração ou espaços para contemplar o ambiente envolvente, pensados para o conforto tanto das crianças como dos adultos.

O sítio web oficial da instituição dá a conhecer mais detalhes sobre a filosofia que orienta a concepção das suas escolas. Via Arquitetura da Convivência.

Sem comentários:

Publicar um comentário