Mau trabalho

O Diário de Notícias dá conta da polémica que envolve a intenção de construir um novo quartel da GNR no centro histórico da vila de Penedono. A arquitectura volta a fazer manchete como se de um caso de polícia se tratasse.

Não estão em causa os fundamentos da inquietação expressa no artigo, em particular nas palavras ponderadas de Dalila Rodrigues, antiga directora do Museu Grão Vasco e do Museu Nacional de Arte Antiga. O que motiva perplexidade é o facto da peça jornalística se sustentar numa imagem não creditada como forma de validação daqueles argumentos.
Ficamos assim sem saber se aquela é uma pré-visualização oficial do projecto ou antes uma fotomontagem caseira feita por um anónimo qualquer. A imagem tem, aliás, o efeito perverso de reduzir um debate importante a um juízo binário sobre uma vista desfocada de um edifício a centenas de metros de distância.

Não se trata aqui de defender aquela arquitectura, cujo conteúdo desconheço para lá da imagem que nos é dada. Mas, falando-se de arquitectura, fica ausente o contraponto do depoimento dos autores do projecto em abono do rigor jornalístico.
Quanto à polémica resta apenas esperar que prevaleça o bom senso e o respeito por um património que persistiu ao decurso do tempo e merece sem dúvida ser preservado.

Sem comentários:

Publicar um comentário