Steven Holl Nelson-Atkins Museum Expansion




A revista The New Yorker tem em apresentação um interessante slideshow sobre a expansão do Nelson-Atkins Museum of Art, por Steven Holl. Um artigo do crítico de arquitectura Paul Goldberger dá a conhecer vários aspectos do projecto que foi concebido como uma sequência de estruturas de vidro interligadas, que se desenvolvem ao longo da paisagem envolvente ao antigo museu. Holl refere-se a essas massas construídas com lentes, volumes de vidro que envolvem novas galerias e dão forma a espaços internos e externos de grande amplitude visual. À noite, os seus volumes brancos assumem uma dimensão etérea, uma leveza que reforça a sua presença como esculturas de luz.

Steven Holl Nelson-Atkins Museum expansion
The New Yorker website is featuring an interesting slideshow of Steven Holl’s expansion for the Nelson-Atkins Museum of Art. An article by The New Yorker’s architecture critic Paul Goldberger offers some insight into the making of the project, conceived as a sequence of interconnected glass structures that cascade along the landscape. Holl refers to it’s constructed masses as lenses, glass volumes that envelope new galleries and give shape to expansive internal and external spaces. At night, its white volumes assume an interesting ethereal dimension, a weightlessness that reinforces their presence as light sculptures.

Sem comentários:

Publicar um comentário