Para acabar de vez com a blogosfera portuguesa



Goste-se ou não, a blogosfera portuguesa divide-se em duas partes. A parte “A” e a parte “B”? Não! A parte dos que já foram linkados no Abrupto e todos os outros. JPP é a linha mestra, a charneira que catapulta os blogs na glória, no olimpo blogativo.
Com tiradas destas, não admira que eu ainda esteja no lado “B”. Mas há quem se safe com este tipo de saída cerebral. O Luís Carmelo, por exemplo, tem vindo a desenvolver uma profunda análise sobre o fenómeno blogacional (ver “O Tom Dos Blogues - 1 a 380”). A coisa começa a ter teias de aranha e consta que já só o Paulo Gorjão é que ainda está a ler. Se algum amigo dele vir isto, é favor dar-lhe uma pancada no tórax ou chegar-lhe com o desfibrilador.
O que o Miniscente tem de bom é inventar três novas palavras por entrada. O que tem de mau faz-me lembrar aquela frase do Woody Allen: tirei um curso de leitura rápida e li o “Guerra E Paz” em vinte minutos. É sobre a Rússia. A blogosfera portuguesa é mesmo assim, uma mercearia. Demasiado pequena e a cheirar a couves? Também. Mas, acima de tudo, são sempre os mesmos a falar dos mesmos, e os outros que saltitam em bicos de pés a comentar e referenciar as coisas que “eles” escrevem. Sim, pequenito. Tu que estudas comunicação social, és candidato a político ou escreves livros que ninguém lê, também podes tentar o teu passaporte para a fama. Com sorte ainda hás-de ser um Marcelo Rebelo de Sousa. Ou então, sempre podes dizer mal dele. Eu, cá para mim, estou como o professor. Mais vale ir ver a bola.

11 comentários:

  1. http://www.istonaodacomnada.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Perdes tempo demais com isto; Cá para mim não gostas de sexo

    ResponderEliminar
  3. andas a foder a barriga. e o umbigo e tudo. olha que o rapazinho de évora até é arquitecto. quem sabe, neto ilegitimo do vergilio ferreira ou primo do almeida faria que vive em veneza. tu não lhe estragues a fama. parece que ele até é modernista. gosta do siza e de cãezinhos. deix-te lá destas interrogações. não lhe estragues a carreira. pública, claro.

    ResponderEliminar
  4. Algum dia teria de chegar aqui a manada de eborenses anónimos. Nem esta blogosfera tem sentido de humor como tem ainda menos poder de encaixe. Devo ter mexido em alguma ferida. Ou se calhar não sei como é o aperto de mão secreto. Fica o exemplo de sociologia de mercearia, uma típica delicadeza regional.

    ResponderEliminar
  5. Pro anónimo que aqui demonstrou a falta de carácter e de inteligencia, pois nem artucular bem as palavras consegue, desafio a mostrar a identidade e assumir essa labreguice mas com nome. Acho que ja devia ter percebibo que aqui não há lugar para anónimos ainda por cima com tamanha falta de testa. Saia do armário e mostre-se e se tem alguma coisa de pessoal para falar e se é eborense nós cá estamos na cidade e de certo que nos conhece. Tenha tomates e saia do buraco porque gentalha da sua laia infelizmente é o que mais abunda por esta sociedade podre de hoje e ainda mais neste meios tacanho de cidade do interior. Gosto muito de évora mas infelizmente ainda existe uma cultura eborense altamente corrosiva, retrógada para não dizer primitiva, tacanha, ignorante e conservadora que sobrevive á custa da hipocrisia, cinismo, desonestidade e falta de carácter. Tenho muita pena....

    ResponderEliminar
  6. A Cyberia (mais bonito k blogosfera) é uma selva primordial onde todos são deuses (há deuses menores claro, anónimos).

    na verdade é sempre agradável o reconhecimento, o "feed back", como em tudo;
    mas se não existir um gozo intrinseco (narcísico mesmo) no fazer a coisa,... mais vale ir ver a bola, realmente.
    Como em tudo

    ResponderEliminar
  7. Meu amigo Dani,

    Há já algum tempo que não frequentava o teu blog, pelo menos tão demoradamente. Por várias razões, principalmente (como bem sabes) de ordem profissional. Mas desta feita tive o prazer de reencontrar a tua verve neste post sobre a blogosfera. como saberás não sou nem nunca fui um espectador atento da blogosfera nacional, apesar de ter vários amigos que destinam, para meu espanto, tanto tempo a este métier.
    No entanto, desta vez foi irrecusável a minha contribuição para me solidarizar contigo face à resposta do "energúmeno" Anonymous, espécie de mensageiro de algum Deus desconhecido de Évora.
    Não há dúvida que o poder de encaixe não abunda nesta cidade, principalmente,no que toca a alguns "brasonados" da nossa (sim "nossa", porque para desconforto de alguns, considero-me eborense)intelecualite burguesa eborense.O Luís Carmelo, como bom amante da plena liberdade de expressão e acção, sabe que, uma vez no espaço público, todos somos sujeitos à crítica, bem ou mal empregue, menos ou mais jocosa. Até tu, meu caro Dani. É o "preço" a pagar pela exposição das nossas posições. É um jogo de trocas, é essa a verdadeira identidade da blogosfera. O dá e leva. Só assim é possível manter milhares de blogs por dia. O espaço de verdadeiro "achincalhamento" IDENTIFICADO E ASSUMIDO, mas livre a absoluto.No dia em que isso acabar, o Miniscente, o Abrupto, o Contra a Corrente e o teu Barriga deixam de fazer sentido. Por isso sei (porque o conheço) que o Carmelo desmerece e dispensa certamente este ANONYMOUS caniche de trazer por casa. Só nos reconforta a ideia de que estas matronas estão em vias de extinção. A bem da minha, da tua, e da deles amada ÉVORA. Quanto ao resto, já diz o povo: "quem diz a verdade não merece castigo".
    ASS: O assumido Luís Martins.

    ResponderEliminar
  8. Sugiro-lhe que não esteja tão fixado no Abrupto e no JPP. Quem é o Abrupto? Quem é o JPP?
    E para que nos servem certos comentários que este seu post provocou? Eu não sei quem é o Luis Carmelo. Interessa saber? Porquê?
    E não era preciso misturar com "mercearias pequenas com cheiro a couves", porque essas sim, são importantes e interessam MESMO, pode acreditar. À confiança!

    ResponderEliminar
  9. a blogosfera é a 'magia' de td isto...
    as opiniões ou falta delas,o anonimato,o se poder dizer o q nos dá na real gana (mmo q seja o maior disparate do mundo) e sermos lidos e darem-nos importância,é fazer cocegas a um poder(zinho) demasiado instalado e com a mania q é intocável,...e por aí fora
    cada anonymous expressa-se como sabe e com toda a inveja q tem ;)

    ResponderEliminar
  10. ...subscrevo o comentário de wupiga! :)

    (... e já agora, devo dizer que "a barriga de um arquitecto" é um dos blogs que mais gosto... os "posts" tem interesse e por isso suscitam reacções e comentários diferentes... de anónimos, anónimos identificados ou até amigos, não importa... a blogosfera tb é isso e todos os comentários são legítimos... e bemvindos!)

    viva a blogosfera!... feita de informação, futilidade, emoções... (e até inveja...)

    ass.: -anónimo, às vezes
    -mais um eborense
    -intruso
    - (...)

    ResponderEliminar
  11. Caríssimos:

    Só agora reparei que havia aqui uma polémia acerca de um anónimo.
    Poderemos estar em desacordo, podem muitos de vós - admito-o - filtrar o vosso juízo por fulanizações, mas garanto-vos que jamais inscreveria aqui fosse o que fosse sem o assinar. Aliás. reagi no Miniscente ao que aqui foi dito, dando portanto a cara. Sejamos civilizados, mesmo no desacordo!
    Abraço, Luís Carmelo.

    ResponderEliminar