A Imagem da Melancolia


A Imagem da Melancolia: A Arte da Usurpação (cd).

A Imagem da Melancolia é um “consort de flautas” dedicado à música antiga, em particular à exploração do reportório polifónico renascentista. Com o objectivo de recriar os ambientes musicais da época o grupo dedicou-se ao estudo atento de fontes musicais, literárias e iconográficas desse período. Reuniram igualmente um conjunto vasto de cópias de instrumentos do século XVI, como suporte à sua abordagem rigorosa e metódica e assim confrontar o ouvinte moderno com uma experiência sonora genuína e distante das que nos são hoje convencionais.
O núcleo do ensemble é constituído pelos músicos Pedro Sousa Silva, Inês Moz Caldas, Marco Magalhães, Paulo Gonzales e Pedro Castro. Fazem-nos agora chegar o seu primeiro cd, intitulado «A Arte da Usurpação», contendo obras de Frescobaldi, Scheidt, Hessen, Holborne, Willaert, Attaignant, Carreira e Bertali. A etiqueta é a ephonedition da Engenho das Ideias e o disco conta com o apoio da Fonoteca de Lisboa.



A Imagem da Melancolia vai também realizar, entre 29 de Janeiro e 5 de Fevereiro, um ciclo de oito concertos inseridos no projecto «O Consort Português Mal Temperado», cuja audição muito se recomenda. Ficam as datas e os locais de concerto para todos os interessados:
29 Janeiro, 21h30, Museu de Aveiro;
30 Janeiro, 19h30, Auditório da Academia de Música de Paços de Brandão;
31 Janeiro, 21h30, Sé Catedral de Braga;
1 Fevereiro, 21h30, Póvoa de Varzim - Igreja da Misericórdia;
2 Fevereiro, 21h30, Igreja Matriz de Esposende;
3 Fevereiro 17h00, Coimbra - Sala do Capítulo da Igreja de St. Cruz;
4 Fevereiro 21h30, Lisboa - Igreja Anglicana de S. Jorge;
5 Fevereiro 21h30, Porto - Igreja de S. João da Foz.




The Image of Melancholy
The Image of Melancholy (A Imagem da Melancolia) is a recorder consort dedicated to the study of the polyphonic repertoire written between 1400 and 1700. Dedicating special attention to the musical, literary and iconographical sources of the Renaissance, this ensemble is devoted to recreate the moods and atmosphere of that period. They have also gathered a collection of copies of historical instruments in order to create a genuine musical experience. The ensemble is formed by musicians Pedro Sousa Silva, Inês Moz Caldas, Marco Magalhães, Paulo Gonzales and Pedro Castro. They are now presenting their first recording, titled «A Arte da Usurpação», featuring plays by Frescobaldi, Scheidt, Hessen, Holborne, Willaert, Attaignant, Carreira and Bertali.
The Image of Melancholy will also perform a series of concerts between January 29th and February 5th. Here are the dates for the scheduled events:
January 29th, 9.30 pm, Aveiro Museum;
January 30th, 7.30 pm, Paços de Brandão Music Academy Auditorium;
January 31st, 9.30 pm, Braga Cathedral (Sé);
February 1st, 9.30 pm, Póvoa de Varzim – Igreja da Misericórdia;
February 2nd, 9.30 pm, Esposende – Igreja Matriz;
February 3rd, 5 pm, Coimbra – Monastery of the Holy Cross (Igreja de St. Cruz);
February 4th, 9.30 pm, Lisbon – St. George’s Anglican Church;
February 5th, 9.30 pm, Porto – St. John’s Church.

Sem comentários:

Publicar um comentário