Paleta de cores de Lisboa


[Image: Rui M. Leal]

Revealing Urban Colors (via Brand Avenue: Local Color) é um pequeno ensaio de Todd Falkowsky que explora a ideia de que as cidades têm esquemas de côr próprios. O escritor/fotógrafo Robert Wright levou a ideia um pouco mais longe e criou uma paleta de cores da cidade de Lisboa.



Lisbon color palette
Revealing Urban Colors (via Brand Avenue: Local Color) is a small essay by Todd Falkowsky that explores the idea that cities have color schemes. Writer/photographer Robert Wright took the idea a little further and conceived his own color palette for the city of Lisboa.

One of the things I’ve always loved about Lisboa is its light… a beautiful shade of yellow with just a hint of orange. The Portuguese also have an affinity for pastel tones, painting even public buildings in what I would call Easter colors.
Doing a quick run through some of my Lisboa pix, I came up with the following color palette for that city. Included are terracotta rooftops, shades of stone from important monuments, the Tejo River, lots of blues from tilework panels & the retro brownish-red of my favorite cherry liqueur, ginjinha.

10 comentários:

  1. O que "A Barriga..." descobre!!!
    Fui espreitar a palette de cores do Robert Wright e achei muita graça à sua referência das cores de Lisboa.Como isto é muito subjectivo, a "minha " cor para a ginginha é mais clara e aberta, mais acerejada e alegre que a dele.E como serão as cores do Porto, Aveiro ou Faro?...

    ResponderEliminar
  2. Muito obrigado Daniel pelo link sob as cores de Lisboa. Desde 1998 vou-me cada ano para Lisboa, tiro 100s de fotos e gosto da cidade cada vez mais.

    Butterfly - Sem dúvida, a cor de ginjinha é mais claro, mas as ginjinhas depois de tanto tempo com açúcar mudam-se a essa cor tão velmelho-castanho, não é?. Como gostaria de ficar lá, al lado do Teatro Nacional, com um copo de plastico cheio de ginjinha jejeje

    ResponderEliminar
  3. E quais seriam essas cores no meu Porto?
    O tradicional cinzento?
    Nunca consegui ver esta cidade a cinzento.

    ResponderEliminar
  4. Recordo uma frase de Pessoa (de memória): "Não há campo de flores como o colorido variado de Lisboa num dia de sol"!
    Bonita palete, por sinal.
    Espero para ver a do meu Porto!

    ResponderEliminar
  5. Gostei da perspectiva sobre a cidade mas podiam explicar a esse senhor que a tradicional ginjinha não é de cereja mas da própria ginja que dá o nome ao licor.

    ResponderEliminar
  6. Caro João, tendo consultado a paisagista cá de casa, tenho a informar que o Robert tem mais razão do que depreendeu. Escreve ele: “cherry liqueur, ginjinha”. Ora, o termo “cherry” refere-se generalizadamente à família das Prunoideas, a que pertencem, entre outras, a espécie Prunus avium (Wild/Sweet Cherry), vulgarmente conhecida como cereja, e a espécie Prunus cerasus (Sour Cherry), ou ginja.

    Ficam alguns links para consulta:
    http://en.wikipedia.org/wiki/Cherry
    http://en.wikipedia.org/wiki/Sour_Cherry
    http://en.wikipedia.org/wiki/Wild_Cherry

    ResponderEliminar
  7. "Lisboa com suas casas
    De várias cores,
    Lisboa com suas casas
    De várias cores,
    Lisboa com suas casas
    De várias cores…
    À força de diferente, isto é monótono.
    Como à força de sentir, fico só a pensar."

    Álvaro de Campos

    Confirma-se o que eu já desconfiava, faltam-nos verdes em Lisboa.
    Rosa

    ResponderEliminar
  8. Muito bem visto!

    Quase quase perfeito...Falta só um pouco de sol!
    Aproximava a casa do rosa Areeiro - tão estudado na altura e tão copiado desde então -, a ginginha da sua versão mais aguada - infelizmente a mais frequente - e os azuis aos azulejos do Siza no Chiado - que desaparecem no céu.

    ResponderEliminar
  9. Há pouco tempo iniciei a discussão "se Lisboa fosse uma cor, seria:???"
    Fiz inquerito a Lisboetas, Portugueses e Estrangeiros que já conhecem Lisboa e o resultado foi AZUL, mas esteve renhido com o Laranja

    ResponderEliminar
  10. Soou aluna d arquitectura e no ambito da disciplina de cor ergonomica, estou a fazer um estudo sobre a paleta de cores de alfama ( largo do chafariz de dentro). Obrigado Robert pela paleta de Lisboa ;)

    ResponderEliminar