Windows Live Local

A Microsoft está a promover a versão beta do Windows Live Local, uma aposta para contrariar o domínio actual do Google Maps.
A grande inovação do software patrocinado por Bill Gates é a introdução de imagens Bird’s Eye ou olho de pássaro: trata-se de um mapeamento em fotografias aéreas com inclinação de 45 graus, sendo possível rodar o ponto de vista no sentido dos quatro pontos cardeais. O nível de detalhe é espectacular mas esta funcionalidade só está disponível para doze cidades americanas. Para terem uma ideia do que se trata podem seguir o link e visitar o Museu Guggenheim em Nova Iorque. Mudando a orientação da imagem para Este, no controlador do canto superior esquerdo, poderão ver o lado frontal do edifício.

Tanto esta versão da Microsoft como a do Google são brinquedos interessantes mas pouco utéis para quem procure conteúdo nacional. Ainda assim não deixam de proporcionar alguns bons passeios, com a vantagem de não ser necessário instalar qualquer programa. Os mais exigentes, no entanto, talvez prefiram mergulhar no Google Earth ou no Nasa World Wind. Para viagens ainda mais além podem aventurar-se no indispensável Celestia.

Sem comentários:

Publicar um comentário