Chan Chan 2006



Uma equipa portuguesa composta por três recém-licenciados em arquitectura, João Caria Lopes, Carlos Sequeira e Tiago Santos, foi premiada no Concurso Internacional Chan Chan 2006 organizado pela Agência Internacional Arquitectum, alcançando o 3º lugar na competição.
Um dos objectivos da Arquitectum é promover o estímulo à criação arquitectónica sem restrições técnicas ou artísticas, ensaiando intervenções sobre locais únicos, notáveis e enigmáticos pela sua natureza. Neste caso, o sítio escolhido foi a cidadela histórica de Chan Chan, no Peru, conhecida como a maior cidade pré-colombiana da América e notabilizada pelas suas estruturas em adobe. Foi eleita como Património da Humanidade pela UNESCO em 1986.
O concurso agora lançado pretendia introduzir um novo elemento sobre este contexto, um alojamento de praia (beach lodge), acomodação que fugisse dos normais parâmetros da função turística, do resort. A arquitectura deveria tornar-se parte integrante do cenário oceânico e relacionar-se com o território inscrito da cidadela.
As várias propostas em concurso são acessíveis no site da Arquitectum, entre as quais figura a da equipa portuguesa. Fica o destaque para esta notável presença, entre 341 equipas concorrentes.
_
Imagem: painel da proposta portuguesa (clique para ampliar).
Referências:
Chan Chan - Wikipedia;
Chan Chan Archaeological Zone – UNESCO World Heritage Centre.

Sem comentários:

Publicar um comentário