Wendell Burnette: Maryvale Community Center


Scroll down to read this text in English.

O projecto do Centro Comunitário de Maryvale / Biblioteca de Palo Verde é um exercício em contenção arquitectónica. Está tão enraizado no seu contexto e é tão despido de grandes gestos formais que sobressai como exemplo do que pode ser conseguido através de escolhas racionais e adequadas de design.
Concebido pela firma Wendell Burnette Architects, este equipamento público tem como elementos principais dois blocos idênticos: a instalação da biblioteca e um ginásio. A simplicidade dos volumes é determinada pela sua textura pura. Uma superfície envidraçada contínua ao nível térreo reforça a proximidade visual entre espaços interiores e exteriores. A parte superior de ambos os edifícios é envolta em lâminas de aço inox de acabamento industrial, conferindo uma expressão sólida e linear.
Existem muitos pormenores complementares de desenho que revelam preocupações com aspectos ambientais, no que respeita à poupança de energia, à utilização de materiais reciclados e recursos renováveis. Mais interessante, esta arquitectura revela enorme discernimento quanto ao tipo de decisões que se podem tomar durante a fase de projecto, quanto à adequação entre custo e benefício, entre a expressão e o propósito.
Uma arquitectura que está conscientemente determinada em providenciar um ambiente enriquecedor, onde o hardware não é a preposição dominante. Cuja intenção não é imperar mas servir.

Wendell Burnette: Maryvale Community Center
The project for the Palo Verde Library / Maryvale Community Center is a delightful exercise on architectural restraint. It’s so deeply rooted in its context and so devoid of visual gimmicks that it really stands out as an example of what can be achieved through rational and adequate design choices.
Conceived by Wendell Burnette Architects, this public service facility is mainly composed by two equally scaled buildings: the library installation and a gymnasium. The simplicity of the volumes is determined by its pure texture. A continuous glass surface on ground level reinforces the visual proximity between internal and external spaces. The upper portion of both buildings is enveloped in mill finish stainless steel, conveying a solid and linear expression.
There are many interesting complementary aspects to the design that reveal great concern with environmental issues regarding energy savings, recycled materials and use of renewable resources. Most interestingly, its architecture reveals a great discernment as to the kind of choices one can make during the design process, as to the adequacy between cost and benefit, between purpose and expression.
An architecture that is consciously determined to provide a fulfilling environment, where the hardware is not the dominant preposition and is intended not to overcome but to serve.


¶ Read the rest of this entry

Sem comentários:

Publicar um comentário